Hospital Santa Helena realiza cirurgia inédita no Distrito Federal

Compartilhe nosso Trabalho
Procedimento executado pelos urologistas Renato Argollo e Rodrigo Carvallho teve como objetivo tratar Hiperplasia Benigna da Próstata
O Hospital Santa Helena, da Rede D’Or São Luiz, foi pioneiro na técnica de Enucleação Prostática Anatômica no Distrito Federal.  Comum em homens acima de 50 anos, a Hiperplasia Benigna da Próstata leva a progressiva dificuldade para urinar e, ao longo do tempo, compromete a qualidade de vida do indivíduo. Habitualmente, as cirurgias endoscópicas retiram apenas parte da próstata, promovendo resolução parcial do problema. O Hospital Santa Helena é o primeiro a realizar a cirurgia com retirada completa do tecido prostático por via endoscópica, ou seja, por dentro da uretra, sem incisão.

O procedimento envolve tecnologia específica e consiste em retirar de modo preciso o tecido doente, sem deixar resquícios.  A Enucleação Prostática Anatômica foi realizada na quinta-feira, 8 de julho, e o paciente teve alta hospitalar no sábado, 11 de julho. Segundo os urologistas responsáveis pela cirurgia, Renato Argollo e Rodrigo Carvalho, as principais vantagens envolvem a falta de necessidade de cortes, ausência de dor no pós-operatório, mínimo sangramento, alta hospitalar precoce e retorno às atividades habituais em poucos dias. “O paciente já retornou para a primeira revisão e relatou estar se sentindo muito bem, urinando como há muitos anos não fazia e sem nenhuma dor no pós-cirúrgico. Disse estar muito contente e aliviado.

Estamos felizes por poder iniciar esse projeto aqui no DF, principalmente por ver que nosso primeiro paciente está evoluindo ainda melhor que o esperado”, comenta Argollo.

De acordo com o urologista, outra vantagem da Enucleação Prostática Anatômica é que com os métodos tradicionais cerca de 10 a 15% dos homens necessitam de nova cirurgia após alguns anos. “Como o método elimina toda a parte doente da próstata, menos de 1% desses indivíduos precisa de nova intervenção”, explica.Para a diretora médica do Hospital Santa Helena, Séfora Almeida, a cirurgia de Enucleação Prostática Anatômica coloca mais uma vez a medicina de Brasília no mesmo patamar dos grandes centros médicos do Brasil.

“Temos muito orgulho em acompanhar nossos profissionais fazendo toda diferença na qualidade de vida dos nossos pacientes”, afirma.

Sobre a Rede D’Or São Luiz
Fundada em 1977, a Rede D’Or São Luiz é a maior rede de hospitais privados do Brasil com presença em São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Distrito Federal, Pernambuco, Maranhão, Sergipe e Bahia. O Grupo opera com 50 hospitais, sendo 49 próprios e um hospital sob gestão.

A Rede possui 7 mil leitos operacionais, e tem planos de chegar a 11 mil leitos até 2022. São, ao todo, 51,1 mil colaboradores e 87 mil médicos credenciados, que realizaram cerca de 1,2 milhão de atendimentos de emergência, 254 mil cirurgias, 32 mil partos e 383 mil internações nos últimos 12 meses, além de 9,6 mil cirurgias robóticas desde o início do serviço, há cinco anos. A Rede D’Or São Luiz também conta com a Oncologia D’Or e Onco Star, rede de clínicas especializadas em tratamento oncológico em oito estados brasileiros.

Colaboração: Ascom/Hospital Santa Helena

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*