VALPARAÍSO – Lagoas de contenção de águas pluviais em nova obra às margens da BR 040 traz risco de morte a motoristas e pedestres

Compartilhe nosso Trabalho

Por Amarildo Castro – A intenção não poderia ser melhor, e o Executivo local de Valparaíso apostou numa melhoria significativa para quem chega à cidade usando para isso o balão próximo de entrada do Bairro Jardim Oriente/Parque Rio Branco, onde antes o trânsito era caótico, com pista estreita e confusa. Mas a obra liberada há uma semana, e incompleta está trazendo grandes transtornos aos motoristas que por ali passam porque a chuva destruiu parte do asfalto, quebrou e arrancou meios-fios e transformou a antes bonita obra em um cenário estranho.

Completa falta de sinalização e proximidade das vias faz com que lagos de contenção se tornem ameaças aos motoristas e traunsentes

No entanto, o mais grave está na falta de sinalização da obra e mecanismos de proteção para quem por ali passa, especialmente na BR 040, que está a cerca de 15 metros dos principais bolsões de contenção da água. São pequenas lagoas, mas que na possibilidade de um acidente na BR, um carro até mesmo em baixa velocidade, em um ‘escorregão’, pode cair direto em um dos lagos de contenção da enxurrada.

Esses lagos têm entre 2 e três metros de profundidade, medindo cerca de 12 metros de largura por 30 de cumprimento. Parecem pequenos, mas se tornariam um ‘mar’ turbulento para qualquer motorista que por acaso, ali cair. E nesses dias de chuvas intensas, um aumento repentino da água transforma em minutos os lagos em terra plana coberta por água, com a enxurrada cobrindo tudo, inclusive as margens das lagoas, trazendo ainda mais riscos à comunidade. Na prática, para quem não conhece o setor, quando está coberto por água, como ocorreu na terça-feira, dia 22, sequer vai saber que há existem lagos à beira da BR 040.

Sem a contenção definitiva da água, enxurrada também está destruindo o asfalto

Em poucos minutos com a chuva, essas lagoas enchem e a vasão são potentes manilhas que leva a água a outro canal mais abaixo. Na possibilidade de um acidente, especialmente à noite, um carro que ali porventura vier a cair, seus passageiros – não precisa ser especialista para afirmar isso – têm poucas chances de sobreviverem. Assim é o contexto das modificações feitas no trânsito pela obra, que precisa de reparos, especialmente na questão de segurança, urgente.

A reportagem do Blog do Amarildo recebeu nas últimos dias reclamações de moradores que se sentem ameaçados ao passarem por ali, especialmente dirigindo. Em depoimento na terça-feira, dia 22, o prefeito Pábio Mossoró (MDB) informou que a prefeitura estuda formas de corrigir algumas falhas na obra e que isso seria feito em breve.

No entanto, os moradores pedem com urgência a sinalização da obra, e que sejam colocadas barreiras para evitar um possível acidente onde carros poderiam cair nas lagoas. Uma sugestão da própria reportagem é uma parceria com a VIA 40, que administra a BR, para que coloquem uma contenção de concreto às margens da via para evitar que carros saiam da pista e vão direto para um dos lagos.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*