Assessor da prefeitura de Valparaíso perde R$ 1.000 em assalto no Parque Rio Branco

Compartilhe nosso Trabalho

Zé Roberto, que mora no bairro Parque das Cachoeiras, havia acabado de sacar o dinheiro e foi atacado por dois adolescentes

A violência, que parecia ter dado uma trégua em Valparaíso de Goiás, especialmente com a chegada da Guarda Municipal há mais de três anos, continua a incomodar. E dessa vez, a vítima foi o assessor da prefeitura, Zé Roberto. Morador do bairro Parque das Cachoeiras, ele saiu de casa na noite da última terça-feira para sacar R$ 1.000 para pagar contas no dia seguinte. Para isso, usou um caixa 24h na Avenida 13 de Junho, que fica no bairro Parque Rio Branco. Ao atravessar a Avenida das Palmeiras, foi foi atacado por dois adolescentes, que vinham de bicicleta, uma verde de outra vermelha, segundo seu relato.

Avenida das Palmeiras, em Valparaíso de Goiás: lugar aparenta ser tranquilo, mas há registros de assaltos

De acordo com Zé Roberto, os jovens o encurralaram entre as bicicletas, fazendo ameaças com uma faca. Assim, levaram seus pertences, incluindo R$ 1.000 reais que acabar de sacar. “É difícil, a gente pensa que está seguro, que aqui na nossa região não há problemas com violência, mas se a gente descuidar, dá nisso”, relatou.

De acordo com Zé Roberto, uma ocorrência foi registrada no CIOPS, e o delegado apura o caso. No entanto, até o fechamento desta edição, ninguém havia sido preso.

Clima de perito

Embora a Avenida das Palmeiras traz clima bucólico e com ar de interior, relatos mostram que por ali sempre há assaltos. A própria equipe de reportagem do Blog do Amarildo presenciou roubo de celular no local há cerca de um ano. Na ocasião, o bandido correu em direção à linha férrea e sumiu no matagal.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*