É possível recuperar o dinheiro após cair num golpe financeiro digital?

Compartilhe nosso Trabalho

Um fator é preponderante para que a vítima consiga reaver o investimento

O tempo. Se você perdeu dinheiro, foi lesado financeiramente ou viu algum bem ser levado por causa de um investimento mal feito, o que vai determinar o retorno do patrimônio é o tempo. “Quanto antes a vítima acionar a Justiça, maior a possibilidade reaver os valores ou, ao menos, reduzir o dano”, é o que garante a advogada Luana Ferreira, especialista com mais de 10 anos na área de transações financeiras.

Criptomoedas, pirâmides financeiras e demais investimentos digitais, quando alguns desses começam a ruir, de acordo com a jurista, os envolvidos tendem a dilapidar o patrimônio ou esconder a quantia capitada, até com o objetivo de apagar as provas incriminatórias.

“Quando essas pessoas de má fé arquitetam seus planos de capitação de investimentos, elas já têm algum tipo de ‘rota’ para esse dinheiro. No entanto, agindo rapidamente, é possível interromper esse fluxo e até punir os envolvidos penalmente”, explica Luana Lima.

Pesquisa

Dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) mostram que possíveis crimes contra o mercado de capitais saltaram 540% entre 2019 e 2020.

Conforme aponta o levantamento,  3.075 processos foram ou estão sendo julgados desde 2014. Segundo a BSM (órgão autorregulador da Bolsa), outros 82 indícios de irregularidades em operações foram encaminhados para análise da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nos últimos seis anos. Os casos envolvem inconsistências de informação entre investidores e podem estar ligados ao crime de insider trading (quando um operador obtém vantagens por meio de informações privilegiadas).

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*