Guará tem mais uma morte por espancamento em menos de um mês

Compartilhe nosso Trabalho

POR AMARILDO CASTRO – Depois do assassinato do jovem Daniel Rodrigues dos Santos, de 24 anos no último dia 10 de outubro em uma briga no Polo de Moda, quando foi atacado covardemente por um grupo, que o espancou até a morte, mais uma tragédia no Guará. Na manhã deste sábado, 6, Ricardo Menezes Silva, de 40 anos, teve um fim triste ao ser atacado por um agressor a socos e pontapés até a morte no estacionamento da Feria do Guará. Tudo aconteceu quando ele teria iniciado uma briga com o autor em um dos quiosques externo à feira, por volta das 11h30. De lá, entre empurrões e socos, levou um direto, indo ao chão, e em seguida, teria levado dois chutes na cabeça, o que pode ter sido determinante para sua morte, analisou a polícia.

O corpo de Ricardo ficou quase toda a tarde para perícia no meio do estacionamento, causando espanto de quem por lá passava.

Embora a Polícia Militar tenha feito um bom trabalho para inibir a violência no Guará, chama atenção essas duas mortes violentas, e pelo fim trágico, com espancacamento.

Logo após o crime, a Polícia Civil do DF prendeu um homem de 30 anos, que seria apontado como o autor do assassinato. Mas não divulgou ainda, maiores detalhes.

Este canal deseja força à família da vítima, que faleceu no estacionamento da Feira do Guará após a agressão.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*