Luziânia está ‘bombando’ com CPI que apura suposta fraude de uso de recursos para o combate da Covid-19 em 2020

Compartilhe nosso Trabalho

Parlamentares analisam documentos sobre o uso de recursos nos últimos meses, em gastos feitos pela prefeitura local para combater o coronavírus

POR AMARILDO CASTRO – Chama bastante atenção em Luziânia de Goiás, cidade a 198 quilômetros da capital Goiânia, a Comissão Parlamentar de Inquérito instalada no Legislativo local para apurar e analisar documentos sobre os gastos feitos pela prefeitura local no combate ao coronavírus. A comissão foi aprovada após indícios de fraudes no Executivo local na gestão de recursos. A proposta da CPI, é apurar em especial, denúncias feitas sobre a gestão anterior, encabeçada pela a agora ex-prefeita Professora Edna (Podemos), que substituiu Cristovão Tormin (PSD) após o prefeito ser destituído do cargo por denúncias de abuso sexual.

CPI ouve em especial ex-secretários da gestão passada (Foto: CMLGO)

Estão sendo ouvidos testemunhas diversas e sendo feitas análises de dados com a proposta de apurar a aplicação dos recursos destinados ao combate do novo coronavírus, em 2020 na cidade, com a gestão da prefeitura local.

Quem preside a comissão é o vereador Chico da Antárctica, e tem como relator Neson Meireles. Os depoentes desta semana, na segunda-feira, 8, foram Antônio José Valter Farias. Esse último, foi secretário de Saúde de Luziânia. Veha os depoimentos em: https://www.youtube.com/watch?v=9exrtwnZ-BU

Nesta quarta-feira, 10/11, foram ouvidos como testemunhas Robson Henrique de Jesus Silva e Nancy Roriz Solett.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*