Volta às aulas: Mesmo com ampliação da vacinação é necessário manter protocolos sanitários

Compartilhe nosso Trabalho

Distanciamento, higienização de mãos e equipamentos estão entre as medidas que devem ser adotadas

Diversas cidades do Brasil retomam as aulas presenciais nesta semana, em meio a redução no número de casos de covid-19 e ampliação de vacinação. Mas o médico do Programa EuSaúde Educação, Ricardo Cabral, destaca que professores, alunos e pais precisam se comprometer com medidas que garantam a segurança e evitem a disseminação do vírus.

“As decisões sanitárias são de grande complexidade, e feitas por grupos de especialistas após complexas análises epidemiológicas e sociais, considerações econômicas e até pedagógicas. Se levarmos em consideração apenas a visão de saúde familiar e infantil, as crianças continuam com uma baixíssima morbimortalidade, sendo que nos parece seguro dizer que o convívio social, respeitadas normas sanitárias, não levará a impactos maiores na sociedade.”

O programa Eu Saúde Educação é uma estratégia de atenção e cuidado para retorno às aulas desenvolvido por profissionais de saúde e educação com base em conhecimentos científicos e nas melhores práticas observadas em todo o mundo. Aborda práticas de educação comportamental, apoio psicológico e telemedicina 24 horas. Além disso, inclui um protocolo com sugestões de medidas sanitárias de segurança.

As crianças e adolescentes são, geralmente, assintomáticos e fica difícil saber se estão ou não, contaminados. Para evitar que o ambiente escolar seja um foco de transmissão, recomendamos, entre outras medidas, isolar as turmas. É o que chamamos de ecossistema escolar. As crianças de uma mesma turma seguem juntas durante as aulas, nos intervalos e nos refeitórios, mas ficam isoladas de outras turmas”, explica Ricardo Cabral. Para os alunos de ensino médio, os professores devem evitar trocar de sala. “Nossa sugestão é que eles deem todas as aulas da semana num mesmo dia para a mesma turma. Para o ensino fundamental esse não é um problema, em geral, a professora e a assistente acompanham uma única turma ao longo de todo o ano”, conta Ricardo.

Sobre o EuSaúde Educação

O EuSaúde é um programa de atenção e orientação em saúde online que impacta 14 milhões de pessoas direta e indiretamente. Faz parte do grupo RCS, um novo modelo de gestão em saúde que aplica os melhores conceitos em gestão clínica e de sistemas de saúde.

Com o novo projeto EuSaúde Educação, o grupo traz toda a experiência da marca na gestão de hospitais para dentro das escolas. O principal objetivo é minimizar os riscos de contaminação pela covid-19 no momento da retomada das aulas presenciais. A atuação do EuSaúde Educação vai desde o ambiente familiar, orientando pais e responsáveis sobre as melhores práticas de sanidade e proteção, até os protocolos personalizados que devem ser seguidos dentro das escolas para manter o distanciamento social e higienização do ambiente. O projeto conta ainda com um sistema de telemedicina e teleorientação disponíveis 24h por dia, 7 dias por semana com acesso a médicos de diversas especialidades.

Mais informações: eusaude.com.br/educacao/

Sobre o EuSaúde 

O EuSaúde é a evolução do acompanhamento médico tradicional e o braço de inovação em telemedicina da empresa de gestão de saúde RCS, que gerencia hospitais e clínicas e apresenta desde a sua fundação, em 2013, um crescimento de cerca de 30% ao ano. Em 2020 apresentou um crescimento de 1.000%. A equipe médica do EuSaúde é a que mais cresce no país e realiza mais de 4 mil atendimentos em telemedicina diariamente, além do grupo ter uma base de mais de 7 mil médicos cadastrados em diversas regiões do Brasil.

Além disso, durante a pandemia, o EuSaúde criou um protocolo próprio para retomada das aulas presenciais nas escolas, o EuSaúde Educação, que também prevê atendimento por telemedicina a pais, estudantes, docentes e servidores das escolas.

O Grupo RCS gere unidades de saúde físicas, para atendimento presencial, em mais de 100 cidades em Minas Gerais, Brasília, Espirito Santo e Rio de Janeiro, com diferentes especialidades e prevê um crescimento significativo no número de abertura de clínicas de atenção primária próprias, as clínicas omnichannel. Este modelo de atendimento presencial de acesso ilimitado unifica atendimentos presenciais, telemedicina e inteligência de dados para tomadas de decisões inteligentes.

Texto: colaboração da Re9 Assessoria



Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*