Com 51,40% dos votos, Pábio Mossoró deixa Lêda Borges para trás e se reelege prefeito de Valparaíso

Compartilhe nosso Trabalho

Ao lado de Dra Zeli, os dois são ainda os primeiros mandatários do município que seguem parceria por mais de quatro anos na cidade, mostrando-se muito afinados nos objetivos

Por Amarildo Castro – Foram árduos meses de pré-campanha e 49 dias de uma das mais duras campanhas eleitorais que Valparaíso já teve desde a sua emancipação, que ocorreu em 1995. Foram carreatas e mais carreatas em meio a um trabalho que nem de longe poderia ser feito aos moldes tradicionais frente ao novo coronavírus. Adversários ávidos por críticas e ‘ciumes políticos’, além da luta para conseguir agregar em seu grupo as principais lideranças da cidade e do Estado de Goiás, como o governador Ronaldo Caiado (DEM). Com esses ingredientes, Pábio Mossoró (MDB) e Dra Zeli Fritshe são reeleitos para comandar Valparaíso por mais quatro anos com 51, 40% dos votos válidos.

A dupla ficou à frente de Lêda Borges (PSDB) e Maria Ivelônia (Republicanos), que teve 36,14% dos votos no município. Atrás veio Silvano Pereira Neto (PT), com 4,76, seguido por Elvis Santos (SD), com 2,80%. A informação está no site do Tribunal Regional Eleitoral de Valparaíso de Goiás.

LEIA MAIS APÓS GALERIA DE FOTOS

A apuração trouxe fatos curiosos sobre o que já estava previsto nas pesquisas, como a queda de braço entre Pábio e Lêda, sua ex-madrinha política. A ‘briga’ começou em 2019, quando o prefeito teria se desentendido com a deputada porque, segundo disseram algumas pessoas próximas ao prefeito, a tucana queria espaço demais no governo local, e de certa forma, mandar nas ações do prefeito. Assim, terminava a longa parceria entre Pábio e Lêda.

À época, segundo informou Pábio a este jornalista, ele ainda teria tentado manter o grupo unido, mas sem sucesso. Por isso, criou o seu próprio grupo.

Campanha dura

Ao microfone, muitas vezes em frente a um trio elétrico ou em cima dele, ou nas redes sociais, foram dias de luta e discursos e proposta para a comunidade, mas também a convivência com muitas críticas dos adversários, que tentaram a todo custo fazer com que Valparaíso mais uma vez não reelegesse seu prefeito, como havia sido até agora, pois nenhum outro conseguiu tal feito.

Mas Mossoró, como disse o vereador Zeca (MDB) há um ano, é um homem muito simples e trabalhador, independente da situação, se manteve simples no cargo e trabalhando muito, mesmo que em boa parte do tempo sendo massacrado pela oposição, como Professor Silvano (PT), que foi duro com Pábio nos quatro anos no Legislativo, mas que não teve sucesso nas urnas na tentativa de ‘assumir’ o lugar do prefeito. Nas urnas, Silvano ficou muito distante de Pábio, mostrando que suas duras críticas não surtiram o efeito esperado se isso fossem votos em favor do vereador.

SEGUE TEXTO APÓS GALERIA DE FOTOS

“A gente está aqui para atender bem à comunidade com o que temos e até com o que não temos, porque ser for preciso usar meu carro para ajudar a uma pessoa necessitada, uso”, comentou certa vez à reportagem do Blog do Amarildo. E esse por ter sido um dos pontos positivos de Pábio Mossoró.

Outro fato que chama atenção é sobre a vida particular do prefeito, que não mudou quase nada desde que assumiu o poder. Mora na mesma casa, praticamente com os mesmos móveis e frequenta, na maioria dos dias, a mesma padaria na cidade, a mais simples da avenida 13 de Junho, a Vita Pão, que fica no bairro Parque Rio Branco.

Na atual gestão não chegou a fazer milagres, mas foi justo com o que tinha em mãos. Conseguiu trazer para a cidade maquinário novo, pagar a folha da prefeitura em dia, tapar os buracos da cidade em tempo muito melhor que em gestões passadas, conseguiu asfaltar muitas ruas e melhorou o Ideb da Educação, além atrair muitos investimentos para a cidade.

Dra Zeli em ação, sempre

Mas os méritos não foram só dele. A sua equipe foi importante, assim como sua vice, Dra Zeli, que pode ter sido o principal diferencial para concorrer com sua maior rival nessa campanha, a força da deputada Lêda Borges, que após deixar parceria com Pábio, veio com tudo para possivelmente tentar ‘dar o troco’. Mas já era tarde, a humildade de Pábio ocupou muitos espaços na cidade e Dra Zeli trabalhou de forma magistral durante toda a campanha, agregando a pábio, a força que ele precisava das mulheres de Valparaíso, especialmente.

Em política, os mínimos detalhes podem resultar em sucesso ou não. E as estratégias nessa reta final favoreceram o homem simples que Pábio manteve dentro de si, mesmo sendo ‘surrado’ pelos concorrentes ao posto. Estrategista, soube ter a calma necessária para superar a tudo e a todos que o açoitavam politicamente.

Com esses ingredientes, Valparaíso de Goiás mantém sua dupla no Executivo. Agora pela frente, Pábio diz ter aberto o caminho para receber R$ 300 milhões em investimentos, dinheiro do Governo de Goiás, Governo Federal e emendas parlamentares, encabeçadas por Célio Silveira, que tem sido o principal padrinho da cidade.

Pábio tem muitas propostas, como nova rodoviária, novo centro administrativo, melhorias para a BR 040 e investimentos na Educação e Saúde. Agora o que a comunidade precisa é aguarda e cobrar na hora certa.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*