São Paulo – Sesc 24 de Maio oferece cursos e encontros fechados no mês de junho com inscrições prévias

????????????????????????????????????
Compartilhe nosso Trabalho
Cursos de Dança Breaking, Experimentações com Caneta Nanquim e encontros fechados que se propõem a discutir a gordofobia são algumas das atividades com inscrições antecipadas para o mês de junho
DANÇA”ENTRE-LATAS”- JEITO ZUMB.BOYS – Com Zumb.boys
Zumb.boys é um grupo criado na zona leste de São Paulo, que tem como base de sua pesquisa a dança breaking, fundamental na construção dessa corporeidade periférica concebida pelo coletivo desde 2007, estética essa chamada de “Jeito Zumb.boys”. Eles desenvolvem uma linguagem autoral em suas construções, interessados em tornar visível assuntos enquanto grupo marginal: corpos marginalizados, desigualdades, invisibilidades, etc. É nesse caminho de observância e mover do sensível, que se revela a singularidade ao construir um corpo em diálogo com o território e o que é vivido diariamente. Nesse curso, será oferecido, através de encontros pela plataforma Zoom, a possibilidade de contato com fundamentos importantes da dança breaking, reconhecendo a potência dessa linguagem como prática e estudo. Colaborando diretamente para um corpo ativo em relação a percepção do espaço e sensível, podendo conectar-se a sua criatividade de maneira simples a mover o inventivo.

SERVIÇO 
“Entre-Latas”- Jeito Zumb.boys 
Datas: de 04/06 a 09/07, sextas das 10h às 12h 
Local: Curso pela plataforma Zoom e inscrições abertas em https://inscricoes.sescsp.org.br 
Classificação: a partir de 16 anos 
Gratuito 

ESPORTE E ATIVIDADE FÍSICACOMUNIDADE DO CORPO:
CICLO GORDOFOBIA – Com Maria Luisa Jimenez, Vanessa Joda, Ellen Valias e mediação de Denise Jayme
No Ciclo Gordofobia da Comunidade do Corpo, as convidadas são Maria Luisa Jimenez, Vanessa Joda, Ellen Valias, com a anfitriã Denise Jayme. Nesta atividade, dividida em quatro encontros as convidadas refletem sobre a gordofobia e abordam conteúdos como: Gordofobia como estigma social; Ativismos Gordos; Gordofobia nas atividades físicas, dentre outros.A Comunidade do Corpo, faz parte das Comunidades do Cuidar – atividades que tratam de assuntos relacionados a temática do corpo e do autocuidado; um corpo ativo e vivo, que produz para além do movimento, produz também o bem-estar de forma sistêmica.

Denise Jayme é coordenadora do Departamento de Educação Física e Esportes da Escola das Nações, em Brasília/DF, desde 2004. Coordenadora Geral da Pós-graduação em Pedagogia da Cooperação & Metodologias Colaborativas (Projeto Cooperação/UNIP), onde atua também como docente na disciplina Danças Circulares. Pós-graduada em Educação Física Escolar e Certificada no programa Transformação em Jogos Cooperativos. Malu Jimenez é filósofa gorda, feminista e ativista. Faz arte propondo um novo olhar sobre os corpos gordos, é professora doutora em Estudos de Cultura Contemporânea pela UFMT, PHD em gordofobia e autora do livro “Lute como uma gorda: gordofobia, resistências e ativismos“. Fundadora do 1º Grupo de Estudos do Corpo Gordo no Brasil o PESQUISA GORDA e é também idealizadora do projeto Lute como uma Gorda.Vanessa Joda é mulher gorda, militante contra gordofobia, professora de yoga, estudante de educação física e fundadora do projeto escola YOGA PARA TODES: plataforma que desenvolve ações de valorização da diversidade dos corpos, inclusão das pessoas gordas e de corpos dissidentes por meio da hatha yoga.Ellen Valias, mais conhecida como Atleta de peso (@atleta_de_peso – perfil nas redes sociais com mais de 90 mil seguidores) é uma mulher preta e gorda de 39 anos que ama basquete e esportes. Luta contra a gordofobia e pelo acesso de pessoas gordas nas atividades físicas, sem serem ridicularizadas. É fundadora do coletivo de mulheres Rachão Basquete Feminino, que nasceu em 2015 e ocupa quadras públicas de São Paulo para jogar basquete e lutar contra o machismo no esporte.SERVIÇO 
Comunidade do Corpo: Ciclo Gordofobia 
Datas: de 01/06 a 22/06, terças das 19h às 21h 
Local: Curso pela plataforma Zoom e inscrições abertas em https://inscricoes.sescsp.org.br 
Classificação: Livre 
Gratuito

 TECNOLOGIAS E ARTESGRUPO DE ESTUDOS DE MATERIAIS ARTÍSTICOS: NANQUIM – Com Anita CavaleiroO
Grupo de Estudos de Materiais Artísticos, mediado pela educadora de Tecnologias e Artes Anita Cavaleiro, propõe exercícios semanais para aprimoramento em técnicas diversas. Em junho, o material abordado é a caneta nanquim. Para participar não é necessário possuir conhecimento da técnica, mas é desejável possuir familiaridade com desenho e fazer a inscrição pelo portal https://inscricoes.sescsp.org.br  Materiais necessários: papel sulfite A4 20 folhas, papel para desenho A4 200g/m2 – 20 folhas, lápis grafite 2B (ou lapiseira com grafite 2B), borracha plástica branca, caneta nanquim descartável 0.1, 0.5, 0.8, caneta nanquim ponta pincel (sugestão de marca: Sakura, Uni Pin, Staedtler).

SERVIÇO 
Grupo de Estudos de Materiais Artísticos: Nanquim 
Datas: de 15/06 a 06/07, terças das 15h às 17h 
Local: Curso pela plataforma Microsoft Teams com inscrições disponíveis a partir das 14h do dia 08/06 em https://inscricoes.sescsp.org.br 
Classificação: a partir de 14 anos 
Gratuito 
IDOSOSPRÁTICAS PÉLVICAS DE AUTOCUIDADO – Com Thiane Nascimento (Pélvika)
Compondo a Campanha de Prevenção de Quedas em Idosos, o Sesc 24 de Maio oferece o curso Práticas Pélvicas de Autocuidado é um curso de dança voltado ao público 60+, focado na exploração do movimento pélvico no corpo idoso, na relação da pélvis com os pés e a mandíbula.  As aulas buscam trazer consciência corporal e um novo olhar para o cotidiano por meio da dança através de movimentos que cultivem o prazer, a saúde integral, a vitalidade, a criatividade, a alegria e o relaxamento. Alguns dos benefícios das práticas pélvicas para idosos e idosas são: desenvolvimento de autonomia e consciência dos movimentos; fortalecimento da região íntima da pélvis; alinhamento ósseo; equilíbrio e tônus muscular do corpo; lubrificação das articulações; alívio em desconfortos lombares; melhora do funcionamento do intestino; maior disposição e autoestima e fortalecimento da aliança com o autocuidado. Thiane Nascimento é bailarina, educadora pélvica e pesquisa o corpo desde 2002. Atualmente é idealizadora do projeto PÉLVIKA, que oferece diversas ações para ressignificação dos estigmas culturais e sociais encarnados na pélvis. Já realizou oficinas em mais de 15 unidades Sesc, espaços públicos, centros culturais e desenvolve práticas corporais cotidianas de autocuidado online.SERVIÇO 
Práticas Pélvicas de Autocuidado 
Datas: de 29/06 a 22/07, terças e quintas das 15h às 16h30 
Local: Atividade pela plataforma Zoom e com inscrições a partir das 14h do dia 22/06 no portal https://inscricoes.sescsp.org.br 
Classificação: a partir de 60 anos 
Gratuito
+ SESC NA QUARENTENA  
O Sesc São Paulo segue oferecendo um conjunto de atividades on-line, que garantem a continuidade de sua ação sociocultural nas diversas áreas em que atua. Pelos canais digitais e redes sociais, o público pode acompanhar o andamento dessas ações e ter acesso a conteúdos exclusivos de forma gratuita e irrestrita. Confira a programação e fique #EmCasaComSesc. Mesa Brasil | Tecido Solidário | Fabricação Digital de Protetores Faciais | Teatro | Música | Dança  | Cinema | Esporte | Crianças | Ideias | SescTV | Selo Sesc | Edições Sesc São Paulo | Youtube Sesc São Paulo | Instagram Sesc Ao Vivo | Portal Sesc SP +

SESC DIGITAL  
A presença digital do Sesc São Paulo vem sendo construída desde 1996, sempre pautada pela distribuição diária de informações sobre seus programas, projetos e atividades e marcada pela experimentação. O propósito de expandir o alcance de suas ações socioculturais vem do interesse institucional pela crescente universalização de seu atendimento, incluindo públicos que não têm contato com as ações presenciais oferecidas nas 40 unidades operacionais espalhadas pelo estado.
 Saiba +: Sesc Digital + AÇÃO URGENTE CONTRA A FOME
Com o objetivo de ampliar a rede de solidariedade para levar comida às pessoas em situação de vulnerabilidade social, o Sesc São Paulo realiza campanha de arrecadação de alimentos não perecíveis nas unidades em todo o estado. São mais de 40 pontos de coleta na capital, Grande São Paulo, interior e litoral. As doações são distribuídas às instituições sociais parceiras do Mesa Brasil Sesc São Paulo, que repassam os itens para as 120 mil famílias assistidas. A Ação Urgente Contra a Fome é uma iniciativa do Sesc São Paulo, por intermédio do Mesa Brasil, programa criado pela instituição há 26 anos que busca alimentos onde sobra para distribuir aos lugares em que falta. 
O que doar: alimentos não perecíveis como arroz, feijão, leite em pó, óleo, fubá, sardinha em lata, macarrão, molho de tomate, farinha de milho e farinha de mandioca. O Sesc conscientiza a população sobre importância da doação responsável, com itens de qualidade e dentro da validade.
Saiba +: sescsp.org.br/doemesabrasil

MESA BRASIL SESC SÃO PAULO?
Paralelamente à campanha Ação Urgente contra Fome, a rede de solidariedade que une empresas doadoras e instituições sociais cadastradas segue suas atividades, buscando onde sobra e entregando?em lugares?onde falta, contribuindo para a redução da condição de insegurança alimentar de crianças, jovens, adultos e idosos e a diminuição do desperdício de alimentos.?Hoje, dezenove unidades do Sesc no estado – na capital, interior e litoral – operam o Mesa Brasil. As equipes responsáveis pela coleta e entrega diária de alimentos foram especialmente capacitadas para os protocolos de prevenção à Covid-19, com todas as informações e equipamentos de proteção individuais e coletivos necessários para evitar o contágio.? 
Saiba +: sescsp.org.br/mesabrasil
Foto e texto: Colaboração da Assessoria do Sesc SP

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*