‘Time’ de Lêda Borges surpreende e eleição em Valparaíso deve ser polarizada entre seu grupo e o do prefeito Mossoró

Compartilhe nosso Trabalho

Maior parte dos cabos eleitorais da ex-prefeita segue firme com ela e têm muita experiência em campanhas. Do outro lado, por ter a ‘máquina’ na mão, o grupo do atual prefeito Pábio Mossoró se destaca pela quantidade de gente e supostamente mais recursos

Por Amarildo Castro – Passadas as convenções partidárias em Valparaíso de Goiás, algumas novidades da pré-campanha já podem ser observadas. A principal delas é a entrada definitiva da ex-prefeita Lêda Borges (PSDB) no páreo. Ela anunciou seu nome faltando poucas horas para a data limite das convenções partidárias (16/09), onde são apresentados os postulantes aos cargos políticos para prefeitos e vereadores nas eleições deste ano de 2020. Assim, os moradores de Valparaíso de Goiás vão conhecendo seus ‘quase candidatos’, já que isso será confirmado após registro dos nomes no TRE, o que vai ocorrer nos próximos dias.

Na convenção de seu partido, ao Blog do Amarildo, Lêda citou que cidade precisa voltar para rota do crescimento de forma organizada. Base de Lêda continua sólida (foto de Carlos Guglielmeli)

Para quem chegou a imaginar que Lêda não disputaria a cadeira principal da prefeitura, algumas novidades apareceram. Entre elas, o apoio de Maria Yvelônia (Republicanos), que vem fazer páreo como sua vice, além dos vereadores Ferreira e Paulo Galego, que estarão firmes e fortes com Lêda. Ferreira desistiu de sua própria candidatura para apoiar a ex-prefeita. Ivelônia somou mais força por defender temas voltados para a mulher e Educação, em especial.

Base com folga na Câmara está entre os trunfos de Mossoró para tentar reeleição: em depoimento recente ao Blog do Amarildo, garantiu que disputa será respeitosa

Embora nada possa ser desprezado nesta campanha eleitoral em Valparaíso, onde claramente ‘correm por fora’, apesar da experiência, os postulantes Elvis Santos (SD), Professor Silvano (PT), além de outros candidatos menos conhecidos, a eleição ficará visivelmente polarizada entre Lêda Borges e Pábio Mossoró já nos próximos dias se nada de novo acontecer. Quem errar menos ou não errar, possivelmente leva.

Mas se algum embate entre ambos trazer prejuízo para a campanha dos mesmos, aí entra outros candidatos com chances. Vai depender muito do que jornais e blogs publicarem, redes sociais e a própria população for digerindo a campanha e de que forma vai assimilar as propostas. Na verdade, todos entram com chances, mas os fatos mostram que a polarização entre Pábio e Lêda é certa.

Falem o que quiser, mas a realidade de Valparaíso hoje é Lêda x Pábio ou Pábio x Lêda disputando terreno palmo a palmo, e os demais terão que se reinventarem para conseguir a cadeira de prefeito. Ainda tem a máxima de que a cidade nunca reelegeu um prefeito, será que Pábio supera isso? E Lêda, se ganhar, mostrará que ainda ‘manda’ na cidade, mas se Pábio vencer, mostrar que o ‘menino’ cresceu.

E se outro candidato vencer, seja ele quem for, será uma surpresa enorme, e poderia provar que a cidade quer tudo diferente. Mesmo na polarização, o sol continua a brilhar para todos, pelo menos até dia 15 de novembro.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*